Mais um gigolô!

E que rufem os tambores!! O mais novo integrante deste já assumido, ahãn.. seleto grupo, cof cof (tossida aristocrática), é Rafael Martinelli.

Rafael trabalha hoje principalmente cordenando e desenvolvendo aplicativos em Flex, e como um dos pioneiros nessa tecnologia trabalhando com projetos de grande porte, tem muito a compartilhar sobre o assunto (inclusive descobertas oriundas de muitas cabeçadas..).

Seja muito bem vindo Rafael!


Na cama com…

Os mais atentos já devem ter percebido que o “slogan” que fica no cabeçalho deste blog não é mais na cama com o macromedia coldfusion.

Embora quase metade dos posts deste blog sejam sobre ColdFusion, nós não falamos apenas dele por aqui, mas também de outros assuntos, como política, software livre, tecnologia em geral e até mesmo alguns assuntos completamente nada a ver com o resto.

Desse modo mudamos o posicionamento do CFGigolô mas mantendo a mesma linha (que o nome proporciona): tecnologia no dos outros é refresco.


Calor

Estava almoçando em uma lanchonete famosa do Itaim Bibi com alguns amigos. O clima estava agradável na hora do almoço, inclusive com sol e sem o frio da semana passada. Na lanchonete o ar condicionado estava muito provavelmente ligado, e a temperatura estava boa.

Em um determinado momento um destes conhecidos começa a colocar o agasalho, um moletom (vermelho) que até gorro tinha. Até aí nada demais. Continuamos a conversar quando uns cinco minutos depois ele se vira e fala:

— Como tá quente aqui cara!

Respondemos na lata:

— É claro! Você tá de agasalho!

Não é tão engraçado contando, mas quem estava lá almoçando e presenciou a cena com certeza vai rir só de lembrar….


ColdFusion Seguro: na revista WWW.com.br deste mês

capa61_small.jpg Em substituição temporária/revezamento com Vicente Marçal, a revista WWW.com.br deste mês (edição 61) tem como destaque o meu tutorial CFMX 7 Sandbox Security para ambientes compartilhados.

A revista ainda tem um excelente artigo do Neto Leal sobre Flex. Não deixe de conferir, até porque a WWW.com.br é a revista de circulação nacional que mais tem dado reconhecimento e destaque aos excelentes produtos da Macromedia, e também à nossa comunidade.


Macromedia Flex: Interface e Experiência

O Flash nasceu como uma ferramenta visual, para animações, desenho e afins. Mas lá pela versão 6 a Macromedia incorporou à ele outras capacidades, como a de gerar formulários e se conectar com a camada de negócios (via Flash Remoting ou WebServices). Foi um pequeno passo, mas que já naquele momento propunha uma quebra de um paradgima e uma solução para um problema recorrente, a falta de uma ferramenta para o desenvolvimento de aplicativos na web.

Atualmente é possível desenvolver aplicações somente com o Flash, mas em comparação com o Flex, a produção é mais demorada. Em contra partida, o Flash é bastante poderoso para designers gráficos, e terá mais recursos nesse âmbito na próxima versão.

Perguntaram-me uma vez como os web designers poderiam se adequar ao Flex. Bem, eu não vejo outro jeito, se não os web designers aprenderem como o Flex funciona, quais os recursos que ele oferece em termos de apelo visual (animações, estilos, etc) e desenvolver efetivamente utilizando a ferramenta. E aprender a tecnologia vai de cada um.

Read the rest of this entry »


CFGIGOLÔ by Christian Cantrell

Vejam o novo lay-out do blog de Christian Cantrell e aproveitem para baixar um podcast interessante feito pelo novo departamento da Macromedia, o “Macromedia Developer Relations”.

Tanto o blog do Cris quanto o CFGIGOLÔ usam um template comum do MovableType, ambos com suas respectivas personalizações, claro.


Emprego off-topic

Assim como eu postei recentemente (mais) um anúncio de vaga aqui no CFGIGOLÔ, também o fiz em outras listas de discussão, como a CF-Brasil e outras específicas do assunto.

Uma destas listas era moderada, ou seja, a mensagem só ia efetivamente para a lista se um dos moderadores aprovasse-a. Tal minha surpresa quando um dos moderadores responde a mensagem dizendo que, após dias sem a mensagem ser aprovada por nenhum moderador, ela estava sendo descartada, por ser off-topic. Reitero: a mensagem era um anúncio de oportunidade para trabalho.

Eu respeito a atitude do moderador e também respeito as regras (embora tal lista não tenha um conjunto de regras explícitas), assim como gosto que respeitem a da lista CF-Brasil, mas eu não posso deixar de ficar indignado com o descarte do anúncio (“por considerar off”), ainda mais na conjuntura atual do Brasil.


Linux é para perdedores?

Esse artigo “Is Linux for Losers?” da semana passada é uma entrevista com Theo de Raadt e eu tinha visto rapidamente os comentários no slashdot também. Hoje recebi ele em outra lista que participo e acabei por tendo algum tempo para ler todo. O que me chamou atenção é que a crítica feita ao Linux, não veio da Microsoft ou de qualquer pessoa que defenda software proprietário. E sim, de uma das pessoas mais renomadas e reconhecidas da comunidade open source. Vale a pena fazer a leitura do artigo original e dos comentários no slashdot e tambem ver a revolta da comunidade brasileira aqui. O engraçado é perceber que a tradução no site que defende o linux comete erros que chegam a ser até grotescos. Como a falta da interrogação no titulo da matéria. Além de umas frases serem traduzidas ao pé da letra comprometendo completamente a integridade do artigo.


Ataque de estrelismo

Eu achava que ataque de estrelismo era coisa que só acometia uma pequena parcela da rapaziada mais jovem (os exemplos são inúmeros), mas eu estava enganado (até hoje): ataque de estrelismo também é coisa de gente velha (na nossa comunidade ou fora dela)… Se você, participante de listas de discussão, cruzar com um destes sabichões à sua frente, relaxe, divirta-se e procure não irritá-lo. Eis um mini-guia (sugestões são bem vindas para aumentá-lo) que pode ser útil para estas situações:

Read the rest of this entry »


Analista Infra-estrutura/Linux

A Synex Technologies – empresa especializada em sistemas B2B e aplicativos de integração contrata analista de infra-estrutura.

* Requisitos técnicos:
– Conhecimentos intermediários de infra estrutura tecnológica e administração de ambiente, como backups, segurança, rede e documentação.
– Conhecimentos intermediários de Linux (samba, iptables, etc)
– Conhecimentos de Oracle (diferencial)
– Conhecimentos intermediários de Inglês
– Domínio do Português

* Outros requisitos e habilidades
– Conhecimentos intermediários de Inglês
– Domínio da língua portuguesa
– Universitário ou superior completo
– Facilidade no trabalho em equipe
– Responsabilidade

* Oportunidade
– Trabalhar com uma das empresas líderes de mercado em seu segmento de atuação
– Gerenciar servidores Linux Red Hat Enterprise
– Desenvolver competências e aprendizado de novas tecnologias
– Local: São Paulo/SP

Enviar currículo para oportunidades@synex.com.br com o assunto “Analista Infra Estrutura”